A importância da autorresponsabilidade pessoal em tempos de pandemia

Você sabe o que é autorresponsabilidade pessoal? O conceito dessa palavra está ligado à consciência de sermos responsáveis pela vida que levamos, como e quando alcançaremos nossas metas e objetivos, e também diz muito sobre como agir quando erramos. Lembre-se: responsabilidade é diferente de culpa. A culpa paralisa, causa estagnação no erro, mas a responsabilidade gera a consciência de mobilização e de mudança.

A verdade é que assusta dizer que somos agentes de mudanças nos rumos que nossa vida se propõe a caminhar. Em meio à rotina atribulada, colocar esse conceito em prática é importante, mas difícil. Então como fazer isso agora, em um momento ainda mais delicado?! Estamos vivenciando uma crise de saúde pública que mudou totalmente a nossa forma de trabalhar, de nos relacionar e, consequentemente, de viver. É um tempo de incertezas em que, principalmente na vida profissional, é esperado que você trabalhe essa consciência.

Muitos gestores sempre se negaram a aceitar o modelo de home office, por acreditarem que o monitoramento de sua equipe fosse essencial para que o trabalho fluísse de forma correta. Entretanto, com esse novo cenário de pandemia, fomos simplesmente realocados de nossos postos de trabalho. Eu mesma estou escrevendo este texto sentada no sofá da minha casa vendo meu gato brincar com uma bolinha de papel. E o que eu quero dizer com isso? Simples: é um momento de compreender que também somos responsáveis pelo futuro das empresas em que trabalhamos.

Por mais que nossos gestores estejam ao nosso dispor para nos orientar e atribuir tarefas, cabe a nós o comprometimento de executá-las da melhor forma. Este é o preço de trabalhar de um jeito mais livre: a responsabilidade é, mais do que nunca, nossa. E é por isso que ter uma visão panorâmica de si mesmo e das situações que estamos inseridos é tão importante, pois a forma de trabalhar nunca mais será a mesma, já que desse momento em diante fomos colocados como os responsáveis pelos erros e acertos dentro de nossos locais de trabalho.

Como meu colaborador se comporta trabalhando à distância? Ele irá continuar entregando seu melhor ou seu resultado irá despencar? Será que ele continuará firme tentando fechar as metas do mês ou passará o dia vendo TV?” Essas são perguntas que não devem passar pela cabeça de um gestor. Ele precisa confiar em sua equipe, precisa sentir que todos estão juntos dando o seu melhor e que esse senso de coletivo ainda existe, mesmo que esteja cada um em sua casa.

Nesse momento, a forma como você percebe o quanto é responsável pelas suas ações – e como elas irão acarretar resultados excelentes ou demasiadamente ruins – e como isso irá mudar a percepção que as pessoas possuem de você, é mais importante do que nunca tornar-se a melhor versão de si mesmo, compreendendo que, por mais que erros ocorram, a responsabilidade de gerar resultados e encarar a mudança do cenário atual da melhor forma possível, é totalmente sua.

Esperamos que você obtenha sucesso em sua jornada!

Marina Fioravante

Analista de Marketing. Formada em Publicidade e Propaganda e Jornalismo

0 comentários

Deixe uma resposta

Inscreva-se em nossa Newsletter. Receba as novidades no seu e-mail.