Aprenda agora mesmo os 4 pilares básicos de uma gestão financeira

Todo gerente de uma empresa precisa comandar e ter conhecimentos na área de gestão financeira. Neste post, você vai conhecer os 4 pilares básicos da gestão financeira e compreender como estas dicas podem auxiliar sua empresa e sua tomada de decisões.

1. Compreenda o que é a gestão financeira

Para compreender o que é a gestão financeira, é necessário entender do que se trata. Ela pode ser definida como um conjunto de ações e procedimentos que vão analisar, controlar e planejar as atividades financeiras dentro da empresa, utilizando ferramentas que vão maximizar os resultados e, consequentemente, os lucros.

Dentro da gestão financeira, além da busca pela maximização dos resultados, também são consideradas as alternativas para a melhor utilização dos recursos materiais e humanos, a otimização de tempo e a prevenção contra possíveis problemas ou incidentes.

2. Faça um planejamento

Se preocupar com as ações que ocorrem no atual cenário da empresa é importante, mas se preocupar com o futuro se torna crucial. Desta forma, as ações que deverão ser definidas vão se tornar mais viáveis e visíveis, com prazos e recursos reais e possíveis.

Um planejamento bem feito nos permite utilizar recursos de forma que o torne uma realidade, já que o gestor terá tempo para preparar sua equipe, separar os recursos e conseguir estruturar o processo antes de tornar-se real.

3. Utilize um software gerencial

O SAP Business One foi desenvolvido para atender pequenas e médias empresas, proporcionando acesso e controle completo de sua situação econômica, financeira e produtiva. Os resultados são mostrados através de relatórios completos e documentos úteis, dinamizando decisões e otimizando resultados.

Para as empresas crescerem, há a necessidade de alinhar seus negócios a padrões modernos de gestão empresarial. Um software de gestão adequado à realidade de sua empresa, além de gerenciar processos críticos de negócio através das áreas de vendas, distribuição e finanças, fornece uma versão completa e atualizada do seu negócio, para que você gerencie o crescimento de sua empresa de forma mais eficiente.

4. Estabeleça uma boa política de cobranças

Um ponto importante e às vezes ignorado por quem busca uma maximização dos lucros, é fazer com que as vendas se convertam em dinheiro. Não adianta investir em ferramenta, se a sua empresa não está preparada para lidar com esse contratempo.

Partindo desse princípio, prepare a sua equipe, conheça o mercado e os seus clientes e desenvolva ações para que qualquer sinal de inadimplência consiga ser contornado. Perceba que todos os setores devem estar em harmonia entre si para que o bom funcionamento siga da melhor forma possível.

Quer saber um pouco mais sobre como gerenciar melhor o seu negócio? Entre em contato com a gente!


Luana Lorraine

Analista de Marketing

objetiva

0 comentários

Deixe uma resposta

Posts relacionados

A inteligência artificial chegou ao ERP

A inteligência artificial chegou ao ERP

Nos últimos anos, quando falamos de inovação e tendência, a inteligência artificial desponta como um dos principais temas. Hoje, a tecnologia já está mais avançada, temos exemplos notórios no mercado – como Watson, da IBM, e o Leonardo, da SAP, ligando inteligência artificial, machine learning e internet das coisas. Mas o ERP já pode ser […]

Retomando a economia com a transformação digital

Retomando a economia com a transformação digital

 Apesar da previsão pessimista para a economia, em tese, os setores industriais com adoção dos processos de tecnologia digital e automação têm excelentes perspectivas de ganho. Os debates do setor já fazem parte de uma certeza: entidades que adiantaram o processo de transformação digital tiveram menos dificuldades para lidar com os desafios advindos com o […]

Inscreva-se em nossa Newsletter. Receba as novidades no seu e-mail.