Trabalhar e manter qualidade de vida

O conceito de trabalho e qualidade de vida parecem quase antônimos. O fluxo intenso de trabalho se transformou em uma obsessão, e o número de profissionais que dedicam suas vidas ao trabalho parece crescer em proporções absurdas e se tornar sinônimo de ser bem sucedido.

Isso ocorre por cobrança de produtividade. Com a crise financeira que vem tomando conta do Brasil e do mundo, é cada vez mais comum trabalhar além da própria capacidade, fazendo excesso de horas extras, falta de liberdade e de flexibilidade entre outros aspectos. Afinal, tempo é dinheiro.

Levando em consideração tudo isso, será possível conciliar o trabalho com qualidade de vida? Iniciar o processo da forma como você vê o trabalho pode transformar a sua empresa e as pessoas que trabalham pra você.

 

Trabalhar é tudo nessa vida?

 

Desde quando somos crianças, nos perguntam o que vamos ser quando crescermos. Toda a nossa vida é traçada com o fundamento de que sua vida profissional é o grande fator decisivo do quão feliz você será. Até mesmo o sistema de ensino é voltado para transformar alunos em profissionais bem colocados no mercado de trabalho. Isso só reforça o estereótipo que passar no vestibular é garantir um lugar no mercado de trabalho e consequentemente ser feliz, perdendo assim o foco na vida pessoal, já que com o passar do tempo, o desgaste nos torna extremamente infeliz.

O popular perfil de workaholic, que trabalha 14, 16 ou até 18 horas por dia, apesar de ser visto com bons olhos por algumas pessoas não é saudável e vem deixando pessoas cada vez mais doentes. Afinal existe vida fora do escritório.

 

Tenha uma vida pessoal

Você deve conhecer alguém que trabalha o tempo todo. São pessoas que não têm tempo para sair com os amigos, fazer uma viagem nos fins de semana e nem mesmo tirar alguns dias de férias. Se você tem uma meta a curto prazo e quer se dedicar dessa forma, é válido, mas isso não deve se estender.

Por mais que trabalhar a fim de ascender na carreira seja importante, muitas pessoas abrem mão da sua vida pessoal, sua saúde mental e emocional, apenas para que esse objetivo (sem a menor garantia) seja atendido.

Por isso esteja valorizando sempre sua vida pessoal, seu relacionamento com a família e amigos, pratique exercícios físicos e tenha hobbies, afinal, tirar um tempo pra você é de extrema importância, tanto para o aspecto pessoal, como para melhorar o desenvolvimento profissional e proporcionar maior produtividade.

 

Qualidade de vida no trabalho

Um dos efeitos colaterais de todo esse processo são as empresas se preocupando um pouco mais com a satisfação dos colaboradores e com o clima organizacional. Antigamente, achavam que os colaboradores eram motivados apenas financeiramente, mas com o tempo descobriu-se que muitos outros aspectos eram responsáveis pela satisfação do colaborador: Plano de carreira, flexibilidade, benefícios, relações interpessoais, etc. Tudo isso, necessita de muita reflexão para que a empresa dê o devido valor a essas questões.

TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA TEM QUE SER UMA RELAÇÃO DE EQUILÍBRIO.

Conciliar os dois não é um processo fácil, mas é tentando que se encontrará o equilíbrio, garantindo assim a saúde e a produtividade em seu ápice, além de manter uma equipe muito mais satisfeita e motivada na sua empresa.

Não tenha medo das mudanças, aproveite o ano novo que logo se inicia e comece a se organizar para poder dividir o seu tempo da melhor forma possível, focado em garantir uma melhoria na sua relação com o trabalho daqui pra frente!

Deixar um comentário