O que é estoque de segurança?

Um dos pontos de suma importância para a produção, está o de manter o estoque de materiais adequados às demandas. Ter o material necessário para trabalhar de forma eficaz e descomplicada exige por fim, planejamento e estratégia. Mas afinal, quais são as medidas que devem ser adotadas para que não ocorra excesso ou falta de material e/ou produto?

Para isso, é necessário trabalhar com um estoque de segurança. Com alguns cálculos, você garante a presença de recursos necessários para que não pare o processo de produção. Uma das ferramentas mais utilizadas está o MRP, ou em português, Planejamento de necessidade de materiais.

Utilizando essa ferramenta, você não terá a ocorrência de sobras ou falta de materiais. Confira agora, como aplicar esse estoque de segurança:

 

Aplicação do estoque de segurança

Demanda

Um dos pontos importantes para fazer o planejamento do estoque, é a demanda. Você precisa conhecer o fluxo de saída, quais os materiais mais utilizados, ou seja, como funciona de fato o seu processo de produção. Extraindo essa informação, você saberá a quantidade de material e/ou produto, que seu estoque precisa ter.

Tempo de entrega

Um outro índice de importância, é o que chamamos de lead time. Qual a quantidade necessária para continuar a sua produção, esse número variável também é levado em consideração no cálculo do estoque.

Nível do serviço desejado

Aqui, é inserido os dados sobre a necessidade dos produtos em geral. Sabe-se que cada material possui uma importância, por isso, para que se defina o estoque de segurança, além da demanda e do tempo de entrega, é necessário pensar no tempo que este material passará no depósito. Ele vai diretamente de encontro com a variável demanda e o tempo de entrega.

Essas informações, são básicas para entrar na fórmula deste método.

MRP

O planejamento de necessidade de materiais é um módulo dos sistemas de gestão empresarial (ERP) utilizado para desenvolver o estoque de segurança dentro do processo de produção. Ele é responsável por definir quando e o quanto se comprar de um determinado material a fim de atender o planejamento de produção.

Após o usuário fornecer as informações, o sistema calcula a quantidade de produto e/ou materiais que devem ser feitos e/ou comprados. Caso exista uma alteração em qualquer uma das demandas, o tempo de entrega ou nível do serviço é alterado. Descobrindo assim, o mínimo necessário para continuar produzindo e atendendo suas demandas.

Por outro lado, diminuir os gastos com excessos de materiais ou produtos, também é inteligente. Por isso utilizar softwares de gestão, pode ser uma boa opção a fim de garantir a excelência em armazenamento dos itens para sustentar a produção de sua empresa.

O SAP B1 possui o MRP pronto para uso, com previsões, recomendações entre outros. A Objetiva também possui dentro do add-on financial one, uma rotina de gestão de compras, onde você consegue controlar se tem algum material abaixo do estoque mínimo.

Deixar um comentário